Evelin Scandal

Evelin Scandal por Evelin Scandal

O profeta!!!

leave a comment »

Muito bem, o dia hoje mal acabou e o povo já está preocupado com o dia que p conficker vai atacar. oras… ele já tem até data certa: 01 de abril.

Legal, já que tem o dom de adivinhar o futuro, (afinal hj é 31/03 ainda) me diz quais são os números da mega sena q vai correr quarta feira hehehehe.

Pior né… o pior de tudo que é 1º deabril!!!!

Written by Evelin Scandal

1 de abril de 2009 at 02:31

Publicado em 1

Retrospectiva de uma gravidez!

leave a comment »

Basicamente eu acredito que, seja bem mais fácil fazer uma retrospectiva dos fatos ocorridos, do que colocar cada item passo a passo. pois acredito que assim,  será citados os detalhes mais importantes, e inesquecíveis.

Tudo teve seu início no dia 20 de maio de 2008. Alguns dias antes de uma viagem, viagem essa que consideraria importante, pois se tratava de um assunto que eu sou completamente apaixonada. Além de ser um evento que, gostaria muito de conhecer, e espero ter novas oportunidades de participar hehe.

Embarquei, rumo a Bertioga, sem desconfiar do que me aconteceria um mês depois.Mesmo achando que eu estava sozinha, estava sempre em constante contato com meu marido, que por motivos pessoais e profissionais, teve que ficar. Mas isso nunca foi o problema entre nós. Como todo ser humano, relaxei curti bastante, comi bebi, andei pra cima e pra baixo. porém  mesmo estando em companhia de duas pessoas conhecidas e em um lugar que eu conheço de cabo a rabo,  sempre que se falava em alcool e cigarro, eu nem chegava perto,  claro estranharam e até eu estranhei… ” ué? eu??? não beber nada alcoolico? ficando só na coca cola??? estranho.” mas temos essa fase né.

Dois dias depois, terminando o evento, eu me preparava para voltar pra casa,  e fui no primeiro horário disponível…. louca para chegar em casa. Comentei todos os detalhes do ocorrido em Bertioga, inclusive isso, que não queria beber de jeito nnhum, e sem motivos aparentes.

Pois bem, de volta, e com a vida voltando ao normal,  voltei a trabalhar e tals. e depois de alguns dias,  mais precisamente um mês, eu senti um leve mal estar.Era em um domingo, mas senti uma leve tontura, tipica de quem nãop anda se alimentando direito, mas não era o caso porque eu havia lmoçado e bem naquele dia. Naquela mesma madrugada, eu acordei  com o mesmo mal estar e com um diferencial: uma dor quase intolerável no seio, que incomodou tanto, que fui sozinha, por livre e espontânea vontade ao médico. Deixando de lado a escola.Tinha que trabalhar, eu sei mas estava sem condições.Fui em um pronto socorro, e lá chegando descobri que não era pronto socorro há muito tempo. Então, me dirigi a outro.

A descoberta.

Ao chegar nesse outro pronto socorro, logo na porta, senti um mal estar e uma náusea das boas, logo em seguida entrei. Fui chamada pelo médico, e expliquei o caso; o mesmo me dá uma suspeita de gravidez… mas o idiota me manda fazer um teste de farmácia para ter certeza!!! quase mandei ele para aquele lugar né?  então, perguntei  se ele não podia me pedir um exame de sangue, já que era para ter certeza oras,  ele me responde que não podia, pois ele era ortopedista e  eu estava em um pronto socorro.Isso depois de me receitar um plasil após vomitar até as tantas na porta. ” Como que em uma suspeita de gravidez, alguém te passa remédio???)  terminou que sai da sala dele, com um pedido de exame de urina nas mãos, e um receituário para tomar um plasil, CLARO que não tomei, bebi a água mas enfiei o comprimido no bolso da calça.

Sai do PS revoltada com o médico,  e por ironia do destino, eu dei de cara com um laboratório que atendia o meu convênio; não pensei duas vezes… fui até lá. A atendente me disse que o exame de urina não poderia fazer por causa  do pedido, nesse momento descobri que a folha que ele havia feito era da parte do sus do PS. e como se tratava de um exame de gravidez, teria que ser pedido pela G.O. Ok, mas acontece que, fiquei  encucada com aquilo: vai que de-repente eu estivesse grávida mesmo, estaria abusando da sorte, e ia perder muito tempo até achar  um  G.O, foi então que perguntei se  elas faziam exame de sangue particular, ela disse que sim, e me informou o preço:  R$ 30,00 minha reação foi:  Aceita cheque???? – sim!  não pensei duas  vezes!!!! pode furar!

Enquanto esperava, eu sai  fui comer algo, pois havia saido de casa muito cedo, e de estômago vazio, sem contar que  no dia anterior, eu só havia comido um lanche. Pois bem,  comi… alguns poucos minutos depois de comer, eu vomitei tudo! dai não tive mais dúvidas!!!!!  3 horas e meia depois  volto no laboratório para pegar o resultado, de algo que eu ja tinha acabado de constatar, mas precisava  provas documentais. Dito e feito!  o exame de sangue confirmou a gravidez. Talvez isso explique porque que eu não queria beber nada alcoolico  há um mês atras em Bertioga hehe.

voltei para casa, com o exame em mãos…..e  mostrei para o meu marido, que imediatamente ficou sem reação, e me fez marcar um G.O com urgência.

Os 3 primeiros meses

Começa a jornada e maratona:  médica, em seguida o pedido do ultrassom, que foi  feito exatamente sete dias depois da 1ª consulta. oque constatou  5 semanas de gravidez, ( contagem regressiva, me joga na época que eu viajei….)  então, lá foi a concepção.ou foi na despedida, ou na recepção de volta hehe.

E os primeiros meses leveia  vida normal, exceto que, vomitava pra caralio né rsrs…mas continuei trabalhando e fazendo tudo normalmente.

0 2º trimestre.

Já foi mais tranquilo… tive vontades e abusos como qualquer mulher grávida… cara e essas vontades malucas, realmente são fato… elas existem!!! não é frescura não….

No 4º mês – descobrimos o sexo….já sabiamos que era menina…

Definido então, que  era a Júlia!

No 6º mês…. o susto! sangramentos,  mas nada de dor, mesmo assim, corri ao médico, pois não sabia oque poderia ser. Fui e a médica constata que o baby estava pensando em querer nascer. ai começa a maratona para segura-la.

Remédios e repousos…eu particularmente achei  atitudes extremas e exageradas, mas  como a médica conseguiu impressionar o Edson,  quem sou eu para  dizer não??? entre mim, e ela que é médica, o edson resolveu ouvir ela. e eu que tive que aguentar.

Ok! mudança de ano, ano novo, fase nova  mas gravidez velha heheheheheh

de janeiro pra cá, tudo bem, nenhuma novidade e nenhuma preocupação nova…. agora é só esperar!!!!!!

Written by Evelin Scandal

8 de fevereiro de 2009 at 19:22

Publicado em 1

Cúmulo do Desaforo

leave a comment »

Definitivamente existe situações que te  tiram do sério de uma tal forma, que até Deus duvida.Me deparei ontem com uma situação inusitada, uma daquelas situações que você solta em alto e bom tom:  Isso é desaforo dos bons!

Eu pago a porcaria de um convênio fundo de quintal, pois eles não tem controle de absolutamente nada. aliás, tem sim….eles tem controle APENAS de quem está devendo, isso eles sabem de cor e salteado, e de traz para frente. Fora isso, eles não sabem absolutamente nada. Tanto é verdade que, você liga na central de atendimento, eles te fornecem um ponto de atendimento que  já está fechado a quase 10 anos. ( descobri isso da pior maneira possível). Simplesmente não possui nenhum pronto socorro por perto e decente. ( o mais próximo é no meio de Pinheiros e porque eles dizem ser próprio… oque eu duvido, pois a italica é incapaz de possuir alguma coisa própria.

Mas… como estou no meio de um processo de Pré natal não posso me livrar dele agora, mas em breve… estarei.

O cúmulo do desaforo desse convênio se deu ontem,  pois  depois de sentir uma forte dor nas costas e passando-se 3 dias, resolvi  procurar um médico Dermatologista. não encontrei nenhum direito. não encontrei porque???  porque eles não conhecem a palavra: Atualizar o site e telefones!

Não faz mal a ninguém. oras, se eles não atualizam nem o site, não queira saber qual o estado do Manual do usuário.Pois bem, depois de muito insistir e não encontrar nenhum telefone, e diante de uma dor quase insuportável, resolvi eu ir até o posto de saude, localizado  no bairro.  Como todo hospital público, o atendimento e a boa vontade  é excelência né? pensei comigo: ” Pode parar… isso realmente é  o cúmulo, eu pago convênio para chegar numa hora de emergência, ter que ir para a fila do SUS? ( em SP – Sistema Unico de saúde). Não mesmo!

Pois bem, voltei para casa, e  comecei a pesquisar na internet algum telefone da central da Italica, quando consegui falar com alguém _ coitado do ouvido daquele cara: eu já sou uma simpatia em pessoa, e com raiva então…. nem se fala. Ok levei  a manhã inteira e um pedaço da tarde, para descobrir onde é que eu poderia ir e tentar passar num pronto -socorro.No entando, acabou que tive que passar em um clinico geral de emergência, e não no dermatologista. O F*** é que continuo com uma dor desgraçada.

É foda né?

Itálica realmente é o cúmulo do descaso e  desaforo.tem lá sua única vantagem, mas as desvantagens descarta qualquer virtude dela.

Written by Evelin Scandal

30 de janeiro de 2009 at 12:49

Publicado em 1

Hehe essa história vale a pena rsrs

leave a comment »

Não me pergunte o porque desse post mas  de uma hora para outra, resolvi colocar. Talvez por ser engraçada e  eu adorar  tirar um barato do Edson por causa disso.

Tudo teve seu início nos meados do final do mês de abril de  2002. Quando por indicação de um amigo, entrei  para o quadro de funcionários da All Net. Alguns dias depois  esse mesmo cara me convida para uma balada GLS, pois ele era homossexual assumidaço. Eu até aceitei o convite, mas  acabei dando para traz.

Entra dia, sai dia, eu falava e lidava com quase todos os funcionários da escola,  porém, tinha um cara que eu achava estranho, chato e não fazia questão nenhuma de falar com ele. O mesmo achava que eu era gay por causa do Tony e por eu sempre ser meio relaxadona.

Alguns dias depois,  a empresa promove uma confraternização, porém  só  fiquei sabendo no dia em cima da hora. Fiquei sabendo justamente  por quem?  por esse cara que eu não falava e não fazia questão de  falar: no meio do corredor ele me para e me pergunta se eu ia para a confraternização, ( Nessa hora que eu fui saber realmente o nome dele: Edson, e foi  a 1º vez que nos falamos). Pois bem,  respondi   com a  sutileza de sempre né: ” eu não, to nem sabendo de nada”  alguns minutos depois a minha chefe  chega e me fala.

Ok, resolvi  aparecer… sai junto com todo mundo, chegamos  na esfiharia e o Edson não estava lá:  pensei comigo:  ” que cara cachorro, me convida e não aparece” – porém não tive  nenhum pingo de interesse nele,  até porque, estava eu namorando naquela época. algumas horas se passaram, e quem me aparece no local com mais 2 funcionários??? o próprio!!  Se eu estivesse com alguma intenção, não teria dado certo, porque no momento que ele chegou, nossos olhares se cruzaram. Claro, diante a isso, fiquei sem graça e tentei disfarçar hehe. Passaram se as horas, o pessoal foi saindo, e a turma de cachaceiros foram ficando. Detalhe: eu fui a única mulher que sobrou na história. ( no total de 6 pessoas)  resolverão então, sair para beber em outro canto, e novamente o Edson vira pra mim, e pergunta se eu iria.  E lá vou eu!!!

Entre um copo e outro,  o Edson resolve  me xavecar, e eu meio pra lá de bagdá  fingi que nem tava ligando,  mas claro, o restante da trupe  acabou se ligando.

Ok! acabou rolado um beijo nesse dia, mas  nada significante. ( pois continuava sem um pingo de interesse). Já eram 04:00 hs da manhã, quando  resolvemos ir todo mundo embora afinal no dia seguinte todo mundo trabalhava ainda.

É claaro que, no dia seguinte o comentário  foi geral né, oque que havia rolado entre o professor e a  street. Quando eu cheguei, cheguei com a maior cara de pau, como se nada tivesse acontecido, mas quando o Edson chegou, eu não sabia onde enfiar a cara.Pois bem, nesse mesmo dia, era aniversário do Edson, e ele pretendia  comemorar em uma cachaçaria perto da escola. O X da  questão era:  Ele me chamava ou não me chamava???

Por um lado, diante o ocorrido na noite anterior e ele ter chamado a escola inteira,  ele  estava certo que,  seria cachorrada da parte dele, se eu ficasse de fora. Por outro lado, na cachaçaria havia uma  outra garota que,  estava tudo esquematizado para eles sairem aquela noite. Já que, todas as vezes  que eles tentavam sair, acontecia algum impecílio.

Ok, ele resolveu então me chamar, com a  esperança que eu recusasse o convite. O problema é que eu aceitei!

Claro que, não sabia da Danielle, mas havia notado que era a única pessoa que estava séria pra caramba lá, mas eu nem  desconfiei. e  eu continuando sem saber de nada, acabei beijando – o novamente. Até o momento que  o irmão dessa garota  perguntou para o Edson, se nós eramos casados… e ele respondeu: ” não,  nos conhecemos oficialmente ontem”   Olhei meio  torto pro Edson mas deixei em branco. afinal não deixava de ser verdade. A Dani, ficou a noite toda então, com aquela cara de bunda. De lá pra cá, estamos ai até hoje.

E.. eu adoro tirar um barato dele por causa disso, porque ele estava numa saia justa:  ou ele seria um tremendo FDP comigo, ou com ela.

Analisando essa história, tinhamos mesmo que estar casados hoje né? e olha que  lá se foram 06 anos aos trancos e barrancos.

Written by Evelin Scandal

25 de janeiro de 2009 at 03:27

Publicado em Fatos e Ações

Pendrive no lugar de chupeta?

leave a comment »

Você  já parou para pensar que, no dia- a dia,  você ouve milhões de vozes diferentes, inúmeros nomes diferentes,  trilhões e trilhões de frases diferentes?

Porém, há uma frase que, com certeza você já ouviu da boca de alguém:

” As crianças de hoje em dia, estão nascendo mais  espertas”   se você nunca ouviu essa frase,  já ouviu pelo menos algo parecido, e nesse sentido.

recentemente, estava brincando com um grande e  velho amigo, Fábio Ayçar  –  www.imho.com.br

Sobre a situação que minha excelentissima filha está chegando.No quarto dela, há 1 computador que não pode sair de lá no momento,  tivemos que  adaptar  um escritório no quarto de uma recém-nascida. ( É júlia, é o preço que vc vai ter que pagar por ser filha de dois viciados em  internet e  tecnologia) . Cheguei a conclusão que, se as coisas  continuarem como estão, futuramente   as coisas serão da seguinte maneira:

Recém -nascido:

Não dormirá em um berço de madeira, e sim, em um feito de  gabinete de CPU.

Não usará chupeta  tradicional, mas sim em formato de Pen Drive

Não usará mamadeira – se alimentará com cabo USB

Não terá Certidão de nascimento – terá um certificado de garantia sem romper o lacre.

Não terá  chocalhos  tradicional- terá um em formato  de mouse

não terá um número de Registro Geral – (RG)  mas sim, um número de IP

Não terá um nome reconhecido – terá um número serial!!!!

caraca, é bom eu parar por aqui hehehe senão, já viu!

Written by Evelin Scandal

24 de janeiro de 2009 at 01:35

Publicado em Fatos e Ações

Qual é o problema????

leave a comment »

É inacreditável  como o povo insiste em querer mudar as coisas  na marra.Já deixei registrada minha indignação com essa nova regra da língua portuguesa.Pô. já está virando bagunça né?  ontem você aprendeu que  sabiá tinha acento, agora já não tem mais. Oras bolas….como ficará essa frase agora?

Nínguém sabia que o sabiá sabia assobiar.

Com a maldita regra, fica assim:

” Ninguém sabia que o sabia sabia assobiar – acho que isso soou meio estranho né?   como definir  oque vem do  verbo saber, ou oque é  o pássaro? acho que não pensaram nisso  antes de colocarem essa regra. Mas oque realmente  me intriga, é que querer mudar a língua portuguesa é uma prática que  vem ocorrendo há tempos. Houve uma época  ( em meados de 43 se não me engano)  as letras Y, K, W foram extintas do  alfabeto. O mais impressionante é que, quem nasceu nessa época  era   proibido ser registrado com um nome, onde houvesse uma dessas 3 letras. ( Eu sou um exemplo disso)  porém haviam juizes que não estavam nem ai, e aceitavam tranquilamente.Porém agora, foram reinteradas  no alfabeto oficialmente para revolta de quem era ou é  nascido na época da proibição.

Não reclamo, e nunca reclamei do meu nome Evelin com I  muito pelo contrário, faço questão dele, mas se por acaso tivesse sido um sonho de consumo da minha mãe,registrar meu nome com  y a ela,  foi negada esse direito, para chegar agora , e ver qualquer pessoa  sendo registrada  com Y  tranquilamente. Sinceramente, sou do tipo que acho que a lei deve ser para todos. Ou 8 ou😯.

Outra coisa que simplesmente acho  uma verdadeira perda de tempo, é a proibição  de  nomes. Claro que, há  regras e   coerência.

Soube recentemente de um caso, onde a mãe queria registrar a filha recém-nascida de Diulia – ao inves de Giulia. Oras que diferença vai fazer  trocar uma letra?  há quem diga que isso existe para evitar constrangimentos. Tá, tudo bem, digamos que evite  mesmo. mas oque  iria  gerar contrangimento entre os nomes abaixo?

Allan Kardec da silva

Ulivia santos

Casa cristina da silva

Vyado lourenço….

Loren santana

Clárice … Vandite…. vanusa …

E ai?  você por acaso registraria sua filha com o nome de Clarice?  Oras eu conheço várias. Mas você registraria ou conhece alguém que registraria a filha com o nome de Casa Cristina????  oque seria mais contrangedor?  ser comparada com uma construção onde ai sim, pode ser motivo de piada de mal gosto ou de pura maldade , ou apenas perguntar:” Clarice, ou Clarisse?  como se escreve seu nome?

Francamente viu!

Written by Evelin Scandal

24 de janeiro de 2009 at 01:10

Publicado em Fatos e Ações

Mais um ditado, é vero!

leave a comment »

Não faz muito tempo, escrevi um post sobre ditados populares.Porém ontem me deparei com mais um que definitivamente se enquadra muito bem na vida.pelo menos pra mim,  no momento atual.

” Deus Não dá a Cruz maior que você possa carregar”

Diante de uma gravidez inesperada, ja tô com um peso de 08 meses. ( E como é pesada hehe) mas é aquele tal negócio, não é um peso que  me impeça de fazer alguma coisa, ou de levantar  ou sei lá oque,  sinto  pesado? sim, claro que sinto, mas não me impede de fazer quase nada.

Outra situação que, esse ditado se encaixa perfeitamente bem, se tratando da minha pessoa:  essa gravidez, é claro…está sugando tudo quanto é  força do pulmão, sendo que o meu já é mega problemático,  mas também, nada que me faça  sair correndo atraz de oxigênio desesperadamente.

Enfim, se tal coisa te aconteceu naquele momento, pode ter certeza… você aguenta o baque.

Written by Evelin Scandal

18 de janeiro de 2009 at 15:55

Publicado em Fatos e Ações